Menu

Sequestro planejado- Policia Civil prende elementos que pediram dinheiro para liberar a vítima

[rt_reading_time label="" postfix="minutos de leitura" postfix_singular="minuto de leitura"]

Uma mulher foi sequestrada, na tarde desta quarta-feira, 26, em Caçador. A Polícia Civil, entretanto, agiu muito rápido e conseguiu prender os 3 suspeitos do crime.

Current Time 0:02
Duration 0:30
Loaded: 100.00%

O caso começou quando a mulher saia do trabalho, por volta das 11h30 e foi rendida por um dos suspeitos com uma faca, em uma via bastante movimentada, na Vila Paraíso. “Trata-se de um crime bastante ousado e raro aqui na nossa cidade, o que estranhamos bastante”, destacou o delegado Renan Balbino, da Delegacia de Investigações Criminais de Caçador (DIC).

 

Após ser rendida, a mulher foi obrigada a dirigir por algum tempo no sentido de Rio das Antas e, após isso, colocada em outro veículo, encapuzada.

Como não chegou em casa no horário de sempre, a família se preocupou e passou a buscar pela mulher. “Por volta das 12h30, o marido recebeu uma mensagem do telefone dela, afirmando que tratava-se de um sequestro e com o pedido de R$ 200 mil pelo resgate”, completou o delegado.

A polícia foi, então, acionada e começaram as buscas. Por volta das 13h30, o marido recebeu uma ligação, de pessoa estranha, informando que tinham encontrado a esposa, nas proximidades da Linha Cará.

“Quando chegamos ao local, a mulher estava amarrada e, ao seu lado, havia uma toca balaclava e uma venda que haviam colocado nos olhos”, destacou Renan, afirmando que a vítima então contou os detalhes, inclusive que os criminosos mandaram ela desbloquear o celular.

A partir do relato da vítima, a Polícia estabeleceu um suspeito do crime. “Passamos a verificar imagens de câmeras de segurança e o modelo do carro. Além disso, fomos em busca do veículo dela e encontramos abandonado entre Caçador e Rio das Antas. Assim que encontramos este veículo, nossas suspeitas foram reforçadas sobre os autores do crime”, explicou o delegado.

Com as informações, os policiais descobriram a placa e modelo do veículo usado no crime. “Por volta das 19h, o carro foi avistado próximo da DIC, no bairro Berger. O que suspeitamos é de que eles estavam monitorando as nossas ações, sem saber que já tínhamos as informações sobre eles”, revelou Renan.

O veículo foi abordado e estavam 3 pessoas dentro dele. A vítima, segundo o delegado, reconheceu o carro até por um cheiro que estava no veículo.

A Polícia não trabalha com hipótese de mais pessoas estarem envolvidas no crime. “A motivação era o dinheiro e a vítima era conhecida dos suspeitos, que tinham um lava-jato antigamente aqui em Caçador e prestavam serviço para ela”, destacou o delegado.

Dentro do carro, os policiais encontraram ainda chaves de quartos de hotéis, que possivelmente estavam sendo usados para dificultar a identificação deles. “

Os dois homens, maiores de idade, foram encaminhados para o Presídio de Caçador. Já a adolescente vai aguardar os procedimentos, mas o delegado afirmou que irá pedir a internação provisória.

Por conta da Lei Geral de Proteção de Dados e da Criança e Adolescente, os nomes dos suspeitos não podem ser divulgados.

Créditos: Portal Noticia HOJE

Mais lidas na semana