Menu

Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Policial Militar de Videira salva ocupantes de camionete que caiu em ribanceira de 50 metros

O cabo Giovani Torchatto, lotado na 1° CIA do 15°BPM em Videira, estava em viagem na noite de domingo, (24/03/2024), quando deparou-se com umas 4 ou cinco pessoas, na pista da Rodovia BR-470, no km 127,5, no bairro Salto Pilão, em Lontras, desperados com o fato de uma colisão entre uma caminhonete Toyota SW4 com quatro ocupantes e um caminhão boiadeiro com três ocupantes, terem se envolvido em acidente de trânsito e a caminhonete ter caído em uma ribanceira de aproximadamente 50 metros.

O policial em conversa com a nossa reportagem, destaca que todo policial ou bombeiro, tem uma adrenalina no sangue, que ao perceber alguém em perigo, sempre busca fazer o socorro imediato e nesse caso, não foi diferente. O Cabo Torchatto, identificou-se como policial, pegou uma lanterna e foi o primeiro a chegar até a camioneta onde as vítimas estavam assustadas, logo prestando o primeiro atendimento, até que o Corpo de Bombeiros Voluntários de Lontras foi acionado e chegasse ao local.

Os envolvidos que estavam bem, com o auxilio do Cabo PM saíram do veículo sinistrado até a rodovia e um dos ocupantes foi removido em maca rígida pelos Bombeiros.

Segundo informações dos Bombeiros, apenas o condutor do caminhão recusou transporte; as outras seis vítimas que ocupavam os dois veículos, foram conduzidas pelas equipes de socorro ao Hospital Doutor Waldomiro Colautti de Ibirama com ferimentos leves para avaliação médica.

O policial de Videira, que inclusive sofreu uma picada de animal não identificado ao chegar até a camionete sinistrada, auxiliou o Corpo de Bombeiros Voluntários de Lontras e a Polícia Rodoviária Federal, nos trabalhos e em seguida deixou a cena do acidente com a sensação de dever cumprido.

“Estou feliz, por mais uma vez usar os conhecimentos que obtive junto aos cursos da PM/SC, auxiliando as vítimas no primeiro atendimento de socorro e tranquilizando os mesmos após a rápida avaliação de riscos na cena”, destaca o militar.

Créditos da imagem: Tribuna do Vale/Redes Sociais