Menu

Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Homem que matou a mulher em Monte Carlo, é condenado a mais de 28 anos de prisão

Os jurados acolheram integralmente a denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), e o homem que matou a companheira a facadas na frente de três filhos em Monte Carlo foi sentenciado a 28 anos de reclusão. Ele cumprirá a pena em regime fechado e não poderá recorrer em liberdade.

 

Andreia Ribeiro da Silva, de 40 anos, foi morta dentro de casa na noite de 25 de abril deste ano. O autor do crime, João Edegar Vidal, a deixou agonizando diante das crianças de um, dois e oito anos, respectivamente, e fugiu para a mata. Ele foi preso dois dias depois e acaba de ser julgado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Fraiburgo.

 

A Promotora de Justiça Andréia Tonin conduziu a acusação, apresentando as provas dos autos e pedindo a condenação. “O Conselho de Sentença tomou a decisão que a sociedade esperava. Precisamos dar um basta na violência contra a mulher, e é necessário punir severamente os autores dos crimes”.

Créditos: MPSC