Menu

Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

BR 277 e outras do Paraná, voltarão a ter pedágio

A disputa pela concessão de 473 quilômetros das rodovias federais e estaduais do lote 1, no novo modelo de pedágio do Paraná, ficou entre duas empresas. Elas apresentaram propostas para participar do leilão, que será na sexta-feira (25), na Bolsa de Valores em São Paulo.

As propostas foram apresentadas na segunda-feira (21), em envelopes lacrados, e só serão conhecidas no dia do pregão. As informações foram entregues à Bolsa e à Comissão de Outorga.

Conforme cronograma, a partir das 17h da quinta-feira (24), véspera do leilão, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deve comunicar se alguma das propostas não foi aceita.

Conforme o governo, vencerá o leilão a concessionária que oferecer a menor tarifa de pedágio, ou seja, der o maior desconto em cima da tarifa estipulada no edital. O contrato de concessão será de 30 anos.

O lote 1 inclui o trecho da BR-277 entre Curitiba e Prudentópolis, as BR-373, BR-376, BR-476 e as estaduais PR-418, PR-423 e PR-427.

Os trechos contemplados têm, ao todo, cinco praças de cobrança em Imbituva, Irati, Porto Amazonas, São Luiz do Purunã e Lapa.

O edital prevê que as praças de pedágio do lote sejam restauradas e modernizadas.

Além disso, o edital prevê 344 km em obras de duplicação, 210 km de faixas adicionais, 38 km de terceiras faixas e 41 km em vias marginais. O projeto contempla, ainda, 11 passarelas e 60 paradas de ônibus.

O edital prevê, ainda, a disponibilização de pontos de parada para descanso de caminhoneiros.

Segundo o governo estadual, entre as obras previstas no lote 1 estão:

. Duplicação da BR-277 entre São Luiz do Purunã e o Trevo do Relógio, em Prudentópolis;

. Duplicação da BR-373 entre Ponta Grossa e o Trevo do Relógio;

. Duplicação da Rodovia do Xisto entre Araucária e a Lapa;

. Duplicação da PR-423 entre Araucária e Campo Largo;

. Duplicação do Contorno Norte de Curitiba;

Faixas adicionais na BR-277, entre Curitiba e o entroncamento da BR-277 com a BR-376;

 

Faixas adicionais e vias marginais no Contorno Sul de Curitiba.

Fonte: G1Paraná