Topo Destaque

Novo Decreto- Governador de SC pode autorizar o retorno de obras públicas hoje

Novo Decreto- Governador de SC pode autorizar o retorno de obras públicas hoje

O governador afirmou que as obras públicas serão retomadas nesta quarta (25). Com isso, também deve ser autorizada a abertura de comércio de venda de materiais de construção. Todas as orientações devem ser publicadas em portaria nesta quarta.

Em relação à retomada dos demais setores, Moisés disse que “o governo já começou a programar normas que facilitem nossa convivência com o vírus e a capacidade produtiva vai ser retomada. Comércio, indústria, voltar à nossa atividade do dia a dia, mas com os devidos cuidados, fazer a sua higiene, lavar as mãos, evitar contato muito próximo”.

Como foi falado na coletiva da segunda, a ideia do governo é conversar com representantes dos diversos setores da economia para estudar qual a melhor forma de fazer essa retomada.

Leitos

Moisés afirmou que Santa Catarina tem 801 leitos de UTI cadastrados. A pretensão do governo do estado é criar mais 713 em 30 dias. Como já foi dito na segunda, a ideia é usar estruturas em alas já em funcionamento, mas a secretaria não descarta hospitais de campanha ou o uso de outras estruturas em que leitos possam ser montados.

Reunião com governo federal

Na manhã desta terça, os três governadores dos estados do Sul do Brasil tiveram uma conferência a distância com o presidente Jair Bolsonaro, além do ministro da Economia, Paulo Guedes, da Saúde, Luiz Mandetta, e da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

“A reunião foi muito produtiva e a gente conseguiu avançar em algumas questões. Destacaria os R$ 8 bilhões que estão disponíveis para investimento na saúde, num cálculo de R$ 9 per capita, R$ 9 por habitante. Vão ter um impacto muito positivo nas contas da Saúde dos estados e municípios porque a gente entende que é um valor relevante que vem para somar esse investimento que nós precisamos fazer”, afirmou Moisés.

O governador também afirmou que o ministro da Economia garantiu que todos os estados vão ter acesso a crédito. “Precisamos continuar obras de infraestrutura, pontes, rodovias. Precisa de dinheiro para o equilíbrio fiscal do nosso estado. Com acesso a crédito, não nos exige tantos investimos próprios e o estado pode usar o próprio investimento na saúde”, disse.

Moisés também afirmou que o ministro da Saúde garantiu que enviará ao estado nesta quarta equipamentos de proteção individual para serem usados pelos profissionais da área.

Novo decreto

O documento oficializa todas as medidas anunciadas pelo estado nos últimos dias, além de detalhar o decreto anterior de situação de emergência, válido até esta terça.

Além de prorrogar a quarentena, reforçar a necessidade de a população ficar em casa e evitar aglomerações, o documento aumenta suspensões previstas no decreto anterior, como a restrição de eventos públicos.

O decreto também estipula prazos não previstos antes, como a restrição de concentração e permanência de pessoas em praias, parques e outros espaços públicos, que ficou estabelecido por 30 dias a partir desta quarta.

Via G1 SC

Escreva seu comentário

Related posts