Topo Destaque
Topo Destaque
Topo Destaque

Acusada de envenenar o namorado, diz que ele cometeu suicídio e nega o crime

Acusada de envenenar o namorado, diz que ele cometeu suicídio e nega o crime

O crime que resultou na morte de um homem por envenenamento na cidade de Irineópolis, durante a tarde dessa sexta-feira, dia 29 de novembro, chamou a atenção. O homem de 35 anos que era trabalhador agrícola, chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

O caso a princípio era visto com um suicídio, mas logo tomou outra linha sendo considerado como um assassinato. O crime tem como principal suspeita a atual namorada da vítima, a qual teria dado veneno de melancia para Arlindo Paulo Padilha. A mulher foi identificada pelas inicias “A. D. M” de 39 anos de idade, natural da cidade de Mangueirinha PR. Ela foi presa em flagrante pouco depois dos fatos e encaminhada para a delegacia de Porto União.

Ainda na sua casa, a mulher falou para as autoridades que o marido havia ingerido veneno na sua frente e dito que iria se matar assim como seu irmão havia feito. Já em depoimento na delegacia, ela voltou a dizer que o namorado teria ingerido veneno por sua vontade e depois saído dizendo que iria ver o filho pela última vez.

O motivo seria ciúmes do ex-marido da mulher. Ainda no depoimento, ela negou teria sido responsável pelo crime.

A Polícia ainda trabalha no caso.

Créditos: Canal 4 TV

Escreva seu comentário

Related posts