Topo Destaque

Prefeitura regulariza situação do Loteamento Bom Jardim e traz segurança para mais de 30 famílias videirenses

As 35 famílias residentes do Loteamento Bom Jardim no Bairro de Carli estão  comemorando a regularização dos terrenos onde construíram suas casas no início da década de 90. O fim da situação irregular, que se encontravam os lotes, vinha sendo articulada, por determinação do prefeito Wilmar Carelli desde 2012, quando a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Habitação iniciou o processo junto a Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (FATMA). “Há 22 anos essas famílias viviam inseguras porque o loteamento era considerado irregular e elas não possuíam as escrituras de seus terrenos. Agora, essa situação está sendo revertida e tanto as famílias, quanto seus herdeiros poderão descansar em relação a suas propriedades” disse o prefeito Wilmar Carelli destacando que esse era um compromisso assumido por ele na gestão anterior.

 Lotemaento Bom Jardim

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Habitação Leonardo Bom Guse explica que a área do loteamento compreende 23 mil m² e foi loteada em 1992 quando as casas foram construídas através de financiamento do Sistema Lotesc, do Governo do Estado e gerenciamento da Prefeitura. Porém, naquela ocasião a área não foi desmembrada e legalizada, situação que está sendo totalmente corrigida. “Há cerca de dois  anos a Prefeitura iniciou o processo para mudar esse contexto e entrou com um pedido junto a FATMA para viabilizar a licença ambiental, a regularização do terreno e o desmembramento dos lotes. Há alguns dias recebemos as documentações que enfim regularizam o loteamento Bom Jardim e agora estamos oficiando os proprietários”, diz o secretário.

Leonardo Bom Guse - Secret+írio de Desenvolvimento Econ+¦mico e Habita+º+úo

Segundo Leonardo as primeiras escrituras já serão assinadas pelo prefeito Wilmar Carelli e pelos proprietários dos terrenos na próxima semana. “Ficamos felizes por estarmos atendendo um pedido de vários anos dos moradores e encerrando um ciclo de mais de duas décadas de insegurança para estes videirenses”, concluiu.

 

 

Silvia Palma

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Videira

Foto: Google Earth

 

 

 

Escreva seu comentário

Related posts