Topo Destaque
Topo Destaque
Topo Destaque

Prefeitura de Videira divulga nota oficial sobre empresa que vai ser instalada no município

Prefeitura de Videira divulga nota oficial sobre empresa que vai ser instalada no município

RESTABELECENDO A VERDADE

Na sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira, 29, o vereador Jorge Antonio Lopes de Oliveira, do PMDB, mais uma vez demonstrou sua desinformação diante das ações da atual administração. Em seu equivocado pronunciamento, tentou atribuir ao prefeito de Videira, Dorival Carlos Borga, um possível benefício irregular a uma empresa de embalagens que possui o sobrenome “Borga” como parte de sua razão social, mas que não possui ligação próxima de parentesco ou de relacionamento com o prefeito de Videira.

Cabe, nesse caso, restabelecer a verdade de tal afirmação, feita de forma equivocada por parte do vereador, que costumeiramente tenta macular a honra do prefeito de Videira e da atual administração. Cabe a nós, que priorizamos a legalidade dos atos, nos remetermos à população, aos nossos queridos videirenses, para mostrar a verdadeira face deste assunto.

Este processo, de número 6.243/2016, a que se refere o desinformado vereador, que solicita incentivos fiscais à então empresa “Borga Embalagens”, trata-se de uma solicitação feita ainda em 2016, no período em que o vereador Jorge era vice-prefeito de Videira. Ele se destina à concessão de um terreno de 1,5 a 2 mil metros quadrados de área para construção de um barracão cuja finalidade é a expansão da planta e dos negócios da referida empresa.

Esta solicitação foi deferida ainda em 2016 pelos então membros da comissão especial de pareceres de incentivos econômicos e fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Dionísio Robaskewisk, secretário de administração da época, e ainda o procurador Patrick Ferrão Custódio, o vice-presidente da comissão, Gilberto Boschetti, além da servidora Vandete Albuquerque Lázzari, também ex-membro da comissão. A solicitação sobre a concessão do terreno, é datado do mês de abril de 2016 e foi analisado somente no final daquele ano, através de parecer, datado de 13 de dezembro de 2016, assinado pelo ex-secretário da pasta, Leonardo Bom Guse, e pelos membros da comissão, Gilberto Boschetti, Vandete Albuquerque Lázzari e Patrick Ferrão Custódio.

A conclusão do parecer do ano de 2016 foi de que: “ante o exposto, a comissão defere com unanimidade, opinando-se favoravelmente à concessão de uso do lote número 11, da quadra “B”, do loteamento Campina Bela, RG 32.235. Em virtude disso, aguarda reversão deferida por esta comissão, já sendo notificado o antigo requerente, GR Indústria de Embalagens Ltda., lei número 3.190/2014. A interpretação acima está em consonância de todos os presentes membros e, a nosso ver, se coaduna com os textos da legislação aplicável para o incentivo econômico. É o parecer, salvo melhor juízo”.

Causa estranheza que, num lapso de memória ou desconhecimento do que acontecia em sua administração, o vereador, que na época ocupava a função de vice-prefeito de Videira, fala sem conhecimento de causa sobre o que aconteceu com este pedido de incentivo fiscal, dando mostras de que é preciso mais responsabilidade e informações em assuntos como esse para que a tribuna da Câmara de Vereadores possa ser utilizada.

Nesta matéria, aprovada na sessão da Câmara de Vereadores desta semana, o tema chegou à Casa de Leis para validação legislativa, dando prosseguimento aos pareceres dados pela comissão ainda em 2016, quando Jorge era vice-prefeito. Este episódio, como outros tantos já propagados por este vereador, dão a clara conotação de que seu objetivo é, sem nenhuma dúvida, provocar na população o sentimento de animosidade entre a Prefeitura de Videira e sua gente. Ao contrário disso, sugerimos que gaste esta energia e o tempo de seu insistente discurso, para tratar de questões que dizem respeito à coletividade e que precisam ser debatidas no Legislativo, deixando de lado possíveis vaidades políticas e sua persistente vontade em denegrir a imagem de quem trabalha pelo crescimento do município.

Assim, repudiamos veementemente a afirmação feita pelo vereador Jorge Antonio Lopes de Oliveira de que tanto a administração, quanto o prefeito Dorival Carlos Borga, estariam concedendo benefício irregular à uma empresa do município, cometendo possíveis atos de imoralidade. Ao contrário disso, estamos promovendo o desenvolvimento econômico da cidade, uma terra que queremos ver crescendo e colhendo os frutos do seu desenvolvimento.

Prefeitura de Videira
Administração 2017/2020

Escreva seu comentário

Related posts